Ufologia Espiritual

Olfato

Na busca espiritual, esquece-se que o veículo do espírito é o corpo físico, além de ser a expressão final do próprio espírito por meio da alma. Não são coisas separadas e o espírito não pode ser alcançado deixando o corpo. Você só pode viver o espírito plenamente a partir da matéria que ele mesmo criou. O caminho espiritual é realizado passo a passo, caminhando. O que você posiciona como idéias sutis acima de sua cabeça, se manifesta na realização do caminho através das solas de seus pés. E o que está acima, você não pode ver, você só pode perceber. Por isso existe o olfato.

O olfato é um dos sentidos que compõem a forma como o corpo percebe as informações do ambiente. Relaciona-se, como dissemos, às glândulas pineal e pituitária, sendo uma forma de unificar o terceiro olho e a coroa.

No entanto, o olfato é o sentido intrínseco do chakra da coroa. Tudo o que você descreveu, sentiu, que seu corpo percebeu, não pode ser compreendido pelo Toque, nem pelo Sabor, nem pela Audição, nem mesmo pela Visão. Pois tudo o que é sutil, aquilo que vai além do mundo concreto, espiritual e conceitual, é percebido pelo Olfato.

Lembre-se de que funciona graças respiração, que vem do latim “re-spirare” que significa “soprar de novo”. Antes se acreditava que a alma, a essência do ser, era a respiração, já que na morte a respiração era interrompida, liberando todos os gases na última expiração, o que fez com que fosse chamada de Respiração Divina, algo que em latim é conhecido como ” Spiritus “, que deu origem ao” Espírito “.

Assim, respirar, cheirar, passou a ser considerado o meio pelo qual a divindade se comunica. E leve em conta que o plano espiritual é o mental, é o plano que tudo vê, que tudo percebe, sem tempo nem espaço, aquele que não fica só com o que vê pela frente e pode tocar com as mãos, mas aquele que vê em profundidade, por dentro, a totalidade das coisas.

Citando o que foi dito em outro momento: “… É assim que você chama de intuição” ter um bom nariz “, ou quando sente algo negativo sugere” isto cheira mal “, da mesma forma que quando um plano parece promissor responde “cheira bem para mim”. O cheiro está relacionado à memória intuitiva. ” Intuição significa “olhar profundamente”, ou seja, “contemplar”. O espírito é aquele que pode viajar pelo ar que você respira, se expandir na atmosfera e sentir tudo, ver tudo, compreender tudo. Ter um bom olfato, então, é saber antever o que o corpo está me comunicando, não apenas em seu mau enfoque, mas em tudo que está ligado a esse fato.

Em outras palavras, o olfato é o sentido do Espírito. Relacionado à intuição. Os mamíferos, como você disse naquela época, desenvolveram o olfato para identificar hormônios e odores que definem o que nos é bon ou ruim, o que nos coloca em perigo ou a salvo, porque nossa espécie surgiu como pequenos ratos na época dos dinossauros , em que só podíamos sair à noite, sem visão, contando apenas com nossa capacidade olfativa de encontrar comida, um companheiro ou inimigos.

Se o cheiro é o sentido do espiritual, então o espírito é um desenvolvimento evolutivo que surge do olfato …?

Eu sou: …Todas as palavras que você usa para definir o Divino estão claramente relacionadas à sua experiência evolutiva. A palavra Cosmos vem do grego “ordem”, a palavra Universo vem do latim “que tem uma única direção”, a palavra Sol vem de “solidão”, a palavra Lua vem do latim “luminoso”, que em português ( Lua) Vem do indo-europeu “meh” que significa “medida”, referindo-se a medir os tempos, que em espanhol dava a palavra “mês”. E a minha preferida: a palavra Deus vem do indo-europeu “dyeu” que significa “dia, sol, claro”, dando origem à palavra “diuo” e esta a “deva” e “divino”, tudo o que é bom tem luz, brilha, é claro, é o dia(assim associaram). A palavra Essência se refere a coisas que têm a qualidade de serem por si mesmas, a mesma palavra usada para perfumes e aromas.

Tudo o que você projeta para o divino e espiritual nasce de uma maneira de ver o mundo como um mamífero. Tudo que você chama de espiritual em sua vida está relacionado ao desenvolvimento de seu olfato. À capacidade de expressar e cheirar a essência, de respirar, de intuir, de perceber. Portanto, para descobrir as memórias espirituais em seu corpo, essa ampla agenda interdimensional de que você falou, você deve aprender com seu nariz.

Devo interagir com minhas células … aprender a fazê-las despertar memórias …O corpo tem memória espiritual por meio do cheiro…

Inspire … Segure … Expire … A respiração universal é a única coisa que conecta todas as coisas. O espírito que você busca não se encontra na interdimensionalidade de seres superiores ou externos ao seu corpo. A espiritualidade que você busca está nos cheiros que suas células registraram com todos os dados possíveis de milhões de anos de evolução. Através de cheiros e aromas, você pode despertar memórias, habilidades, conceitos, ideias, emoções, e reconhecer de imediato as informações de que necessita para atuar, limpar, curar …

Sinta o cheiro do espírito. Tudo o que você caminhou com os pés, todas as experiências, traumas e sabedorias adquiridas foram registrados nas suas células, e uma das formas de despertar e identificá-los para tomar consciência de tudo isso é através do olfato. Então, pratique. Se você vai comer uma maçã, antes de engoli-la, cheire-a intensamente com os olhos fechados, sem expectativas. Quando for dormir, sinta o cheiro forte dos lençóis. Se você beber um chá ou café, sinta o cheiro forte de seus vapor. As tuas roupas, as tuas mãos, a pele ou o cabelo dos outros, uma flor, um perfume … Tudo tem cheiro, mesmo que não pareça. E tomar consciência dos aromas de todas as coisas que nos rodeiam, ativa nossa capacidade extra-sensorial e espiritual. Cheire mais, intensamente …

Então do ponto de vista físico, para despertar o potencial espiritual que carrego dentro de mim e ter uma visão completa do meu ser, tenho que praticar mais com o meu olfato, minha capacidade de sentir aromas, o que fará com que minhas células se ativem em formação…

Bem … ouse cheirar com intensidade. Enfrente o seu espírito e o que você registrou dele em suas células. Seus preconceitos espirituais são registrados nas intuições e aromas de sua alma….

Eu fecho meus olhos e sinto a essência do meu ser….

O corpo físico é a parte mais profunda do Universo, é a manifestação final, onde estão todas as opções distorcidas. Os sentidos são aquelas ferramentas para sentir o que há de mais profundo e separado do Ser Cósmico. Aí guardamos a grande porcentagem do que somos.

Vi alguns que me disseram: qual é o sentido de se tornar tão técnico explicando a biologia, por que não falar sobre as coisas que importam como as formas de tecer a Teia da Consciência, transcender os sistemas sociais para criar uma nova humanidade … Eles claramente não entendem a correlação e a importância que ambas as visões têm …

SOY: Claro que não, porque não são duas visões, são iguais, não são duas realidades, são iguais. A Rede da Consciência Planetária é uma forma de expressão de um tecido inteligente que se organiza para ser ativo, e o tecido mais próximo que podemos compreender se manifesta em tecidos biológicos e sistemas orgânicos.

A memória universal que desce às montanhas, lagos, centros de poder, também desperta nas articulações, nas glândulas, e se não soubermos como funciona a nossa própria rede, nunca entenderemos como funciona a rede maior.

Podemos poetizar a realidade o quanto quisermos, mas, afinal, poesia é a maneira emocional pela qual os dados e sistemas são interpretados. E a verdade é que um poema que você sente com a alma não tem sentido se você não sabe ler ou interpretar com inteligência antes.

Magia é química, química é magia. O espiritual se manifesta no físico, as experiências físicas experimenta o espiritual. Quando você se move pelo mundo na jornada da Vida que Sagitário faz, você precisa entender como cheirar, sentir, ver, saborear, ouvir o mundo, sua rede, você deve entender suas emoções, suas estruturas, sua estrutura molecular, vibracional, sua origem … Se você não pode ver o macrocosmo com os olhos do microcosmo, nada adiantará. Por isso é essencial ir em direção a si mesmo, ir fundo, ver-se nas sombras, nos menores, nos desígnios mais básicos da criação, só assim você poderá ser parte consciente dos tecidos da rede de consciência.

“Olfato”(yosoy.red) traduzido e readaptado por Universo OM

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *