Ufologia Espiritual

Ouvir

Ouvir é escutar. Prestar atenção ao que acontece. No batimento cardíaco, a respiração, pulso, os intestinos, as articulações, a língua, todos os sons que você pode ouvir de seu corpo, sem julgamento, sem pensamento, ouvir suas palavras.

O ouvido foi desenhado para captar todas as potencialidades e por sua vez tem a possibilidade de manifestar e transformá-las. Ouvir está diretamente relacionado ao Som, seja aquele que entra pelos ouvidos ou o que sai pela boca. Todas as ondas de vibração são amplas, milhares, em frequências diferentes, e a orelha e o ouvido evoluíram para capturar o mais essencial de todas elas.

Há muito o que falar nesse sentido, mas começaremos pelo mais essencial e biológico. É normal pensar que os ouvidos estão lá para ouvir os sons do mundo, mas esse não é o objetivo principal. Todo o Universo foi desenhado através de padrões vibracionais, o que comumente chamamos de som, foi aquele que desenhou as realidades e, portanto, a ordem ou o cosmos só pode ser encontrado através do som. Assim, o ouvido tem como principal função fazer com que você encontre o seu equilíbrio mediante o líquido auditivo.

O ouvido possui 3 parte para analisar: a externa, composta pelo auriculo e orelha que gera uma dobra capaz de canalizar as ondas vibratórias para o canal auditivo e leva o som para o tímpano, membrana flexível e circular que vibra quando ondas batem nele. O meio, um espaço cheio de ar atrás do tímpano, contém 3 dos menores ossos do corpo humano: o martelo, a bigorna e o estribo, os quais conectados entre si, colidem diante das ondas sonoras, levando o som em direção ao ouvido interno como se fosse uma ponte através da janela oval. E aqui começa o Interno, uma estrutura semelhante à concha de um caracol dividida por membranas cheias de fluido chamada endolinfa. O impulso dos ossículos faz vibrar o líquido gerando ondas que estimulam as células nervosas, as quais transformam a vibração em pulsos elétricos traduzidos pelo cérebro em dados, sons e até emoções.

A endolinfa, como todo líquido, se move de acordo com a gravidade, e seu movimento permite que os fios de cabelo do sistema nervoso auditivo percebam a direção desse movimento, que envia o sinal ao cérebro e ao cerebelo para reagir no resto corpo , músculos, reflexos, na direção que a orelha está apontando. Portanto, problemas auditivos podem causar tontura, náusea, perda de equilíbrio e estabilidade…Agora, se os sons que você recebe do mundo externo e os movimentos que você faz informam o cérebro sobre sua estabilidade física, as coisas que você ouve dos outros, ou os lugares onde você encontra o bem ou mal, marcarão seu equilíbrio e estabilidade emocional.

Quer funcione da mesma forma física e emocionalmente, todo equilíbrio de nosso ser depende das vibrações que recebemos e da maneira como as recebemos. O som, as palavras, o que nos dizem, os elogios, os insultos, os gritos, os silêncios, a música, o barulho, as conversas, as risadas, o choro, uma discussão, um instrumento, a estática, tudo isso é processado pelo cérebro com base em como é capturado pelo ouvido. Em outras palavras, assim como o olho vê o mundo externo conscientemente, mas registra 90% da informação visual no inconsciente e no subconsciente, o ouvido faz o mesmo no nível emocional.

O que você ouve todos os dias? O que tem dito e falado a si mesmo?

Ouvir é um sentido relacionado ao chacra laríngeo, ligado à palavra, ao verbo, à vibração, ao canto, a ouvir a própria voz. Assim como os dois olhos geram uma triangulação em direção ao Terceiro Olho na Pineal, as duas orelhas geram uma triangulação em direção à Tireóide, às cordas vocais, sendo a Terceira Orelha aquela que escuta sua própria voz interior. Aqui a pergunta é : Você ouve a si mesmo?

Você presta muito atenção ao que os outros vão dizer? Sim? Isso não é só de você , é de todos os humanos…Todos os mamíferos evoluíram desenvolvendo suas orelhas para serem capazes de se mover no ambiente. O ouvido registra milhões de dados, as vozes de pais, parentes, amigos, inimigos, daquilo que nos harmoniza ou nos tira do eixo, nos ajuda a distinguir a mentira da verdade, dizendo “isso soa para mim ou não soa para mim “, ou a expressão mais inovadora e amplamente usada” ressoa em mim “ou” não ressoa em mim “.

A ressonância, ou seja, o eco do som, refere-se a identificar que coisas que você ouve no mundo continuam a vibrar como eco no mundo interno, interpretadas como sua própria verdade, e quais coisas não vibram por dentro sendo rejeitadas pelo interior.

Há um grande erro que todo ser humano comete, é acreditar que o que “não ressoa” é indiscutivelmente uma mentira ou é contra ele. A ressonância funciona da mesma maneira que a música: o fato de você gostar de música clássica ou o que você considera “boa música” não significa que outra música não seja boa para outros grupos de pessoas. Há pessoas que precisam de sons altos no meio do silêncio tibetano para meditar, e outras precisam de música eletrônica em uma praia de Ibiza. E eles chegarão na mesma conexão, em seu próprio equilíbrio.

O desenvolvimento das espécies a partir da audição nos permitiu avançar, a nos relacionarmos harmoniosamente com o meio ambiente, mas, ao mesmo tempo, nos levou a dar toda a nossa atenção a esse meio externo. Assim, consideramos que tudo o que está fora define a forma como podemos nos mover na vida, visto que interpretamos que o que dá estabilidade é o que ouço no meu ambiente, o que esta fora, quando na verdade o que escutamos e nossa voz interior refletida em milhares de fractais…

Ouvir a voz interior requer silêncio, atenção aos sons do corpo, ouvir sua própria voz, sussurros, canções, palavras…

Fale consigo mesmo em silêncio, permita-se ouvir a sua própria voz falando consigo mesmo. Pratique isso. Mas o primeiro passo que você deve dar é parar de ouvir as coisas que o machucam, é deixar de cair nas notícias, parar de ouvir o que há de negativo na vida, limpar seus ouvidos da dor e da raiva… ouça música, ria…

Eu sei que você quer saber, estar atento ao que está acontecendo, mas isso o destroi…Ouça música, ouça a si mesmo, pare de ouvir as opiniões dos outros, porque você pode se tornar o que os outros esperam de você, mas você não existe pra isso, você existe para ser você mesmo.

Ouça-se novamente, ligue o Terceiro Ouvido, e você ouvirá sua verdade, seu corpo, tudo o que você escondeu coberto pelas vozes dos outros. Ouça sua própria música na sinfonia cósmica.

Silêncio é a chave de todo som, precisamos do silêncio para poder escutar de verdade…

É aí que a voz interior falará com você novamente com firmeza para lembrá-lo de seu equilíbrio.

Porque Eu sou o verbo sagrado que se manifesta numa matriz infinita de vibrações… Se ouça. Se compreenda. Aceite. Se Ame. Se Intregre. Se Transforme. Transcenda. Renasça e aprenda a ouvir de verdade.

“Escuchar” (yosoy.red)- traduzido e editado por Universo OM

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *