Consciência Jornada do coração

Jornada do Coração : Adentrando na Luz e Escuridão

Tudo o que existe é o Pulso da Mente do Todo em uma realidade manifestada em ritmo polar. A Intenção de viver essa ideia manifestada faz com que o Vazio se projete no plenum, que o negativo interno corresponda ao positivo externo, que exista harmonia nas ideias, o interno gera a pergunta e projeta a resposta fora, logo essa resposta surge uma nova pergunte e assim nasce a correspondência, a qual tem sua existência polaridade.

A polaridade é o equilíbrio e harmonia que a Mente encontra na manifestação. A polaridade é que faz o equilíbrio em cada projeção da Mente para manter a Ordem e harmonia na criação… Veja bem… Polaridade vem do grego ” polos” e significa ”Eixo”. O eixo não é um ponto fixo, mas uma constante que o Vazio encontra para vivenciar os movimentos, como os movimentos de rotação, precessão e translação da Terra.. É através do Eixo e dos 3 movimentos que a Terra se transforma e é através desses movimentos e visões que nos transformamos… Vazio e Cheio, Positivo e Negativo, Tudo e Nada, Noite e Dia, Luz e Escuridão… eles são o equilíbrio perfeito entre os ritmos e visões…é a esfera perfeita sem fim, só o que permite a mudança é a margem de erro, o conflito, a transcendência dos ciclos a partir de uma nova perspectiva, a perspectiva do terceiro componente na polaridade : Eu sou todas as visões, não há nada separado.

O único problema da polaridade é a dualidade, uma distorção da polaridade na qual vemos a separação. Encaramos a realidade como individuos opostos uns aos outros e isso até certo ponto é verdade, mas o problema não esta nisso, e sim na forma que encaramos e muitos encaram com a perspectiva de ser melhor, de vencer os outros, que gera os conflitos da existência…e outros que encaram fugindo dos conflitos, escapando do sistema de dualidade… é importante lembrar: polaridade é o eixo , a qualidade de estar no eixo, inteiro, por entre realidades que se complementam, não estão em conflito, elas dançam uma com a outra, promovendo a unidade, o equilíbrio, a geração.

Por que é que existe a dualidade então?

Veja a esfera, tem a circuferência de 360 graus e o 1 ano tem 365 dias… os 5 dias ‘a mais’ é o que permite a transcendência da esfera ou ciclo inicial… é a margem de erro da qual vem a evolução constante dentro do mundo de ideias manifestadas… o universo harmonizado para nunca estar parado… o conflito necessário para que vejamos por pontos ou eixos diferentes…

“A polaridade é atraída até o ponto em que se estreitam, gerando uma força de pressão tal que ambas as realidades colidem uma na outra, dobrando-se e dividindo-se em duas, o que você chama de distorção (dis: dois, e torção: dobrar). E é essa distorção que gera uma reação oposta à esperada, fazendo com que as polaridades mudem, e comecem a se repelir, tornando-se “dualidade”. É aqui que surgem novas causas com efeitos erráticos, gerando uma consequência de fatos e razões duais. Isso é útil para o universo, dá muitas opções…Polaridade é a lei ou princípio que estabelece que a regulação é evolução em equilíbrio, mas reconhece que sem margem de erro ou movimentos erráticos não haverá evolução, pois sem conflito as opções não surgem da mente, e por isso precisa da dualidade, como forma de encontrar essas opções. ” ( M.S)

Se não houver conflito a mente procurará um… alguns acham horrível passar por esses conflitos, mas tudo depende da maneira como olhamos para eles…Se o vemos através da gratidão e aprendizado ou se reclamamos gerando mais conflitos e nós nos quais ficamos presos.

”Quem está no fundo do vale, preso nas sombras, só verá obstáculos, morros a escalar, esforço a fazer. Quem está no alto dos morros verá a paisagem, o sol, o horizonte com clareza e descer será um exercício de graça. Mas para chegar ao topo era preciso subir de baixo.

Nas ondas de vibração cósmica, o ritmo marca as colinas e os vales da existência, os positivos e os negativos, que constituem a consequência universal que chamais de Eternidade, e sem ela não há equilíbrio. Agora, se você acelerar, você se exaurirá mais rápido e ficará frustrado porque em pouco tempo você quis ficar muito alto e isso só o deixou agitado e exausto. Para chegar muito alto é preciso caminhar com paciência, ter calma e respirar com qualidade. Tem quem precisa acelerar o ritmo e quem precisa diminuir. A busca pelo equilíbrio não é unilateral, tudo vai depender de onde você estiver. É uma questão de saber como observar, analisar e lidar com a polaridade com precisão. “(Eu sou, M.S)

A única maneira de sair da dualidade é entrar na polaridade consciente, saber as minhas faltas e excessos, observar o ritmo entre os picos altos e baixos desse mar universal, reconhecer e aprender com as visões que passo fluindo, observando e sendo estratégico como num jogo de xadrez, onde o objetivo do jogo não é vencer, e sim vivenciar os pontos, buscar o menos dano possível, onde ninguém perde ou ganha, todos se beneficiam…

Quando saimos do padrão de dualidade entramos no jogo da vida polar de forma coerente, saimos da discussão e mudamos para a conversa, descartamos a necessidade de vencer para buscar diferentes soluções. A vida é um jogo de aprendizado na qual sua missão é transitar por diferente visões. Contemple.

“Quem quer que coloque a ideia de competição em sua mente, vai acreditar que a vida é iluminar e ascender, superar as sombras, os bandidos, ou competir para obter melhores recursos, ou lógica, ou ser dono da razão e alimentar um ego que não terá mais de 90 anos. E o mesmo acontece ao contrário, com querer usar as trevas para superar a luz. Ninguém ganha nas guerras, todos perdem. Mas todos ganham em paz. E a paz não se alcança com estabilidade, mas com mobilidade, com liberdade de transformação, pois os conflitos surgem quando aqueles que buscam mudanças ameaçam a estabilidade confortável do rebanho. 

É aí que entendemos que a polaridade e sua diversidade buscam apenas gerar, manifestar, transformar, evoluir … Transcender a dualidade é aprender a usá-la como uma ferramenta de coerência e não uma arma de sobrevivência. ” (M.S)

Observe. Contemple. Respire consciente no agora. Cada vez que você se move, pensa ou fala, o oposto vem junto, trazendo outras oportunidades… Cada movimento positivo ou negativo que fazemos na vida levará a um mecanismo de polaridade que sempre busca equilibrar nossos passos…

Não há como vencer a escuridão e nem a luz. Viva os dois que são Um para sempre trazer novos dados e crescimento.

Não lute com sua essência e nem com seus espelhos nessa rede conectada, veja tudo como formas de crescer e avançar, descobrindo nos conflitos a chave para o conhecimento e não para guerra.

Olhe. Contemple o mundo a partir da consciência coerente.

Eu sou a polaridade e me nutro de todas as visões fluindo pela existência. Reconheço que até no meu momento mais escuro eu posso aceita-la como eu mesma, apenas passando por um ponto diferente para meu aprendizado. Eu lembro que sou a escada evolutiva que transita e vive em ritmos. O movimento é o meu eixo.

Eu subo pelas diferentes e unas formas de consciência fazendo nós não para me amarrar ou me apegar, mas para segurar e me proteger enquanto fluo e subo essa montanha da consciência.

Eu sou o Uno que vive os Múltiplos me nutrindo e aprendendo com todas as visões. Eu Sou o que cria e avança criando realidades.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *